Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

Maratona X100 - Castelo Branco


Boas pedaladas,

Esta maratona não envolveu grandes deslocações, foi na minha cidade natal e por isso alguns trilhos eram já conhecidos.

O calor do meio da semana transata assustou-me pois 80Km com uma temperatura elevada, implica uma gestão de recursos!

Acordei com um valor elevado de glicémia, 212 mg/dL preparando um pequeno-almoço ao estilo "light", reduzi as unidades de insulina.

A partida "virtual foi dada na Piscina Praia de Castelo Branco, sita na zona de lazer, havendo grandes atletas a disputar o pódio, a equipa local Liveplace by Palegessos / Bicicletas Santiago, estava também o campeão nacional em título XCM, José Silva e muitos outros. Deslocamo-nos em caravana até ao centro de Castelo Branco sendo a partida dada pelo Presidente da Camara, em direção às Aldeias do Xisto.


Na 1ª Zona de Abastecimento (Juncal do Campo) medi 199 mg/dL acabando por preencher o bidon com água, comi banana, laranja e bebi meio copo de cola. O calor fazia-se sentir e a hidratação era uma constante.

No caminho para Martim Branco e Almaceda ladeamos um rio num track com uma beleza elevada, que o BTT permite desfrutar.


Na vila de Almaceda meço 131 mg/dL estávamos a meio caminho, comi para fazer outros 40km (vinha lá a Serra da Pedragueira). Fiquei surpreso quando apareceram os meus amigos de voltas de Domingo, Nuno Maia, Rui Salgueiro, Luíz Rosado, Dário Falcão e o João Rodrigues, eles que têm mais pedalada que eu, explicaram-me as "aventuras" até então.

Saímos todos a grande velocidade (muita para o meu ritmo de treino), puxaram-me até ao cimo da Lameirinha!!! Passado algum tempo começo a descolar-me do grupo, algures por estas terras; Maxial do Campo, Vale Ferradas e Azenha de Baixo, caso contrário não aguantaria até ao final, e muito menos em condições. Eu e o João Rodrigues ficamos para trás, este também não estava a acompanhar o ritmo forte dos demais, foi tempo de tomar o meu GEL VITARGO.

Chego às Sarzedas, num percurso "serpenteado" pala vila nos acomodava na 3ª e ultima ZA, da Organização, já lá estavam todos e outros mais... Fiz uns alongamentos, não meço o açúcar e comi menos do que bebi! O João chega e tornamos a sair em grupo para as últimas descidas e consequentes subidas.


Antes do rio Ocreza ficamos para trás, a mim como ao João, as cãibras fizeram-me parar várias vezes nestes últimos quilómetros em que a dificuldade teimava em não abrandar. Eis que temos a inevitável subida, atacou-me as pernas, mas lá no alto estava o Sr. José Maria das bicicletas Santiago e companhia, tinham instalado uma "paddock" com febras, sardinhas, isotónicas e água fresquinhas...

Se me queixava nessa subida torno a sofrer no começo da Zona Industrial de Castelo Branco em que o João seguiu rumo à meta, deixando este "contorcionista de circo" em posições, algo sofrido devo confessar! Muito cansaço acumulado com calor à mistura, penso…


A falta de treino foi evidente neste prova com mais de 80km, aliado ao calor que se fazia sentir, alturas houve que superou 40°C, se bem que hidratei durante todo o percurso inclusive com isotónico (sais minerais) a minha parte crítica ao meu comportamento surge no último abastecimento. Não medi a glicemia, saberia o valor e o melhor procedimento a tomar, se bem que não devia estar alto, as cãibras costumam aparecer-me com temperaturas elevadas ou açúcar no sangue elevado. A falta de treino, evidente hoje, obriga-me a resolver esta lacuna; vou procurar uma bike de roda fina e treinar ReZZisTêNcIA...

Pedaladas boas,
casf


English




Good rides,

This marathon in my hometown did not involve large movements, so some tracks were already known.

The heat of previous week scared me for the 80km, with high temperature, implies a resource management!

I woke up with high glucose; 212mg/dL, I prepare a ”light” breakfast, reducing the insulin units.


The “virtual” start was given in Castelo Branco Beach Pool, located in the recreation area, with great athletes competing for the podium, the local team Liveplace by Palegessos / Bicicletas Santiago, also the national champion from XCM, Jose Silva and many other. We whent to Castelo Branco center town and was Chamber President give the star, toward schist villages.

In the 1st Supply Zone (Juncal do Campo village) I measured 199mg/dL, I fill with water my water bottle, ate banana, orange and drank half of cola glass. The felted heat made a constant hydration.


On the way to Martin Branco and Almaceda villages we side a river track with a high beauty, which mountain biking allows you to enjoy.

In Almaceda village, 2nd SZ, I measure 131mg/dL we were halfway, I eaten to make other 40km (we had Pedragueira Mountain). I was surprised when my Sunday rides friends appear, Nuno Maia, Rui Salgueiro, Luíz Rosado, Dário Falcão and João Rodrigues, who have more “pedaling” than I, explained to me the "adventures" so far.

We all went on high-speed (too much for my training pace), they pulled me to the top of Lameirinha!!! After a while I start to detach myself from the group, somewhere in these lands; Maxial do Campo, Vale Ferradas and Azenha de Baixo, otherwise I not stand till the end. João Rodrigues and I we stayed back, him was also not keeping the same pace comparing the others, time to my VITARGO GEL.


I arrive to Sarzedas village, on a "snaked" ride inside the village, they settled the 3rd SZ, the rest of the group already was there and more. I did some stretching, didn’t measure the sugar and ate less than I drunk! João comes out and all together we did last descents, and consequently increases.


Before the Ocreza River we stay back, João and I, cramps made me stop several times in the last kilometers, difficulty stubbornly refused to slow down. We have the inevitable ascent, attacking my legs, but, up there it was Mr. Jose Maria from Bicicletas Santiago and company where they installed a "Paddock" with grilled pork leg and sardines, isotonic and fresh water...

If I complained on that climb I suffer at the beginning of Industrial Zone already in Castelo Branco, where João went towards the goal, leaving this "circus contortionist" in positions, some suffer I must confess! Very tired accumulate with the heat, I think ...


Lack of training was evident on this event with more than 80km, together with the heat, sometimes exceeded 40°C, while all the way I hydrated including isotonic drink (minerals) my critical part in my behavior appears in the last supply. I didn’t measure my blood glucose, know the value I could followed the best procedure, although that shouldn’t be high, cramps usually appear with high temperatures or high blood sugar. The lack of training, clear today, forces me to solve this gap; I will look for a thin road bike and train ReZZisTeNcE...

Rides good,
casf

Sem comentários:

Enviar um comentário