Translate

Bolsos, precisamos deles cheios!!!

Boas pedaladas,

No treino do dia 12/02 tive uma sintomatologia se hipo-glicémia (como não tinha o medidor, só, não pude confirmar os valores), nada anormal em mim, esta, foi-se desenvolvendo com o passar dos kms, minutos, horas, a fadiga foi sendo total, geral…

Em jejum registei 156 mg/dL.

Reduzi as unidades de Mixtard 30 ® e “agarrei-me” a umas torradas com doce de abóbora e noz (com açúcar refinado), acompanhado com leite e café de máquina, acabado de fazer, que pelo cheiro que se espalhou pela cozinha me fez terminar com uma falia de bolo caseiro, enfim, um pequeno - grande - almoço.

No total foram 48.7 km em 2:40 h à média de 17.9 km/h.

O caricato da situação (ainda bem que assim foi) prende-se com o seguinte, já que as hipos me são frequentes, por mais equações de terceiro grau que faça, quase nunca me escapo a uma.

Note-se que ao km 20 comi uma banana, aos 24 kms a barrita, aos 25 kms um rebuçado (com açúcar), por último ao km 29 o meu SOS (um pacote de açúcar), que mesmo assim, aparentemente, não me fez subir os valores de açúcar no sangue, daí que o rolar até casa foi penoso, confuso e em baixíssima performance.

Existiram dois erros fulcrais que cometi;

a) Mesmo depois de notar que estava a ficar com hipo, continuei em frente;
b) Não raciocinei no que trazia, nos bolsos, para combater a “coisa”.

Podia ter pago bem caro, quando se caí de coma (ainda nunca caí), já só acordamos com a ajuda de alguém, a gravidade aumenta quando treinamos sozinhos e em lugares isolados...

Lá diz o ditado: GORDURA é formosura. Encham os bolsos, previnam-se.

Pedaladas boas,
casf

Sem comentários:

Enviar um comentário