Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

II Trail Running Vila de Nisa

Boas corridas,

No passado fim-de-semana, depois de “matutar na coisa”, atirei-me a uma distância que nunca tinha feito a correr, destino: II Trail Vila de Nisa – TLVN 30K.


A glicémia em jejum estava “normal” – 167mg/dL – reduzi as insulinas e preparei a concentração de Vitargo Electrolyte.

Às 9h saíamos e “atirei ao ar umas 5 horas”! Corri os primeiros 5K numa reflexão da distância, fui-me “poupando” até ao primeiro abastecimento no Monte do Pomarinho. Comi de tudo depois de ouvi: “vocês comam que têm de subir a Serra duas vezes” – não percebi – mas a 1ª inclinação era ali perto, coisa simples, para o que havia de vir!!! Nestes entretantos optei por ir trincando uma barra de Vitargo Endurance e constante hidratação, suava-se como no Verão!


Terminada a subida, com fotos e apoio dos miúdos, descemos para Pé da Serra (São Simão). Enquanto me faziam o controlo da passagem, medi 161mg/dL – “sim, está impecável, obrigado" –
respondi, e confirmei por onde é que íamos subir, pela 2ª vez, à Serra de São Miguel. Uns 250m em determinada altura com quase 50% de pendente!!! Ufff!!! Lá em cima era o 2º abastecimento. Em todos os abastecimentos a simpatia e as iguarias foram irrepreensíveis, uma particularidade desta organização.

De seguida descíamos para Vinagra mas antes encontrei a placa dos 15K que me pôs a pensar… Foi praticamente sempre a descer em direcção à ribeira de Nisa, passando por um controlo onde medi 145mg/dL.

Pelo 20K a corrida já não era a mesma do inicio, já tinha torcido o tornozelo esquerdo mais de duas vezes, na pendente dos 50% caí para traz com o pé preso num arbusto, cena de filme, mas como nada, a glicémia estava bem mais controlada que eu!!!

Nos últimos 10K, na 2ª passagem na ribeira de Nisa, pela ponte romana, estava o meu amigo Rui Oliveira no seu registo fotográfico e até à Senhora da Graça, "logo alí", até lá acima tínhamos que "puxar" pelas pernas para chegar ao 3º abastecimento...

Depois de nova descida e subida técnica, já na presença dos que faziam a caminhada, antes da placa do 25K encontro o Ramiro dos Trinca Espinhas de Portalegre, as cãibras faziam-no parar e eu "ajudava", as minhas ameaçavam aparecer e instalar-se (ausência completa de treino com esta quilometragem...).

Depois de outro abastecimento na Capela de Stº André fomo-nos apoiando moralmente, trocamos nomes e começamos... "És de onde?" Isto do desporto... Uma explicação do que é o Projecto blue O. Um treino combinado para Portalegre e até de política se falou! Já a entrar em Nisa apanhamos outro Trinca Espinhas a queixar-se do mesmo problema mas chegamos felizes e contentes, com mais uma experiencia para contar.

Ainda a recuperar do tornozelo que não torci,

casf

Sem comentários:

Enviar um comentário