Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

O meu OBRIGADO aos apoios para 2012


Boas pedaladas a todos,

AGRADECER a quem me ajuda é um acto que GOSTO de fazer, faz parte do meu carácter pessoal, sempre que se proporciona faço-o, e quando ajudo outros, MELHOR AINDA!

OBRIGADO CANYON (Paulo Alves)
Desde o inicio me disses-te SIM a este Projecto blue O que começou comigo e agora pedalamos muitos e mais virão! A"LuxO machine" é uma coisa do outro mundo - tu sabes - é o prazer de qualquer "rider" em andar ou melhor, pedalar, sobre algo que muitas vezes vem nas revistas da expecialidade e sonhamos experimentar...



OBRIGADO novonordisk
Líder mundial nos cuidados para a Diabetes. Tem um dos maiores portfolios nesta área, incluindo os mais avançados produtos na área de insulina e sistemas de administração.
Novos parceiros do Projecto blue O no ano 2012, os principais responsáveis pela realização do novo equipamento.




OBRIGADO CGD
Sem uma verdadeira intenção de querer mostrar a imagem, agradeço a amizade e o apoio para com o Projecto blue O.




OBRIGADO ABBOTT Diabetes Care
Com vocês tento pedalar com o "care" necessário! Fitas, medidores, lancetas e com o software Copilot, para onde canalizarmos todos os dados no computador fazendo deste modo uma análise dos resultados obtidos, em quase tudo o que queiramos verificar/analisar, só temos de contribuir com os dedos!



OBRIGADO  COFIDES
Os meus "tailleurs" de serviço, conhecidos internacionalmente, ficarão associados à causa da DIABETES . Em forte abraço por me aguentarem com os mails...
Este logótipo fica melhor assim, um pouco maior, mais para a esquerda, fica melhor ao centro, no meio, mais para o lado, a cor poder ser esta?





OBRIGADO AG MOTOSPORT
Conhecidos da competição em moto 4 a AG BIKE SHOP é uma loja da/na mesma empresa, assiste e representa outras marcas de BTT. Os meus parceiros na mecânica das minhas Canyon a RC e a LUZ, este ano. As primeiras rodas em sistema  tubless vieram daqui.
Se gostam de motos e bikes, digo eu, não deixem de visitar o site www.agmotosport.com agente YAMAHA em Castelo Branco.



OBRIGADO SNV Light
Hand made in Portugal...
Estes mestres da maquinaria CNC utilizam o Alu, ou melhor, recorrem ao Duralumínio para fabricarem componentes leves e essenciais a quem gosta de leveza e durabilidade, em diferentes cores incluindo em azul, digamos assim, blue O.
Fazem-te uma personalização ao teu gosto em cima do Duralumínio, exemplar! É made in PT.




OBRIGADO VITARGO
Ao seu representante exclusivo para Portugal que no ano 2011 me forneceu um "balde" de produtos para nutrição desportiva e dietética. Para as minhas HIPOS (naquela altura do trilho...), quanto ao resto, tento tratar com uma alimentação SEMPRE equilibrada.
Este ano vou experimentar a bebida isotónica, com HC - principalmente VITARGO TM - proteína, glutaminas e BCAA's que, espero, me permita evitar os episódios de hipo, durante e depois de cada prova...
SPONSER será a marca que escolhi e me apoia nesta luta, obrigado NEXPLORE.






OBRIGADO ECO SEC Castelo Branco
A única com recolha 24h, 365 dias por ano.
Em 2012 também a blue O entra na cor da moda dos equipamentos "BTTisticos", o branco, a ECO SEC Castelo Branco presta uma limpeza 100%, com ou sem a lama deste Inverno, com o pó que está para vir, a lycra volta à sua cor original.



OBRIGADO PRO TEC
Quem se desloca de bike, aos saltos num estilo radical, DH,  XC ou lazer, de skate ou patins e com a neve de Inverno, até numa prancha de snowbord, conhece a PRO TEC, importada pela RUTILVA. Meus parceiros no equipamento de protecção. Se e quando cair OBRIGADO pelas protecções/apoio oferecidos da marca PRO TEC.



OBRIGADO 4&2Impact™
OBRIGADO NEXPLORE
Produtos 4&2Impact™ são películas auto-adesivas de alta resistência à abrasão, transparentes e leves, destinadas à protecção de quadros e acessórios de bicicletas.               
- Auto-adesivas e pré-cortadas;
- Fácil aplicação;
- Transparentes e sem amarelecer;
- Aplicáveis em áreas pintadas ou não pintadas;
- Resistentes a raios UV;
- Extremamente resistentes...



OBRIGADO ESIgrips
OBRIGADO NEXPLORE
Já com mais de uma década em que fornecem produtos de alta qualidade para a indústria das bicicletas. Através do desenvolvimento de novos produtos, com uma tecnologia única, estes produtos de qualidade feitos nos EUA seguem com excepcional serviço ao cliente!
ESIgrips são os primeiros fabricados com 100% de silicone, MADE in EUA!






OBRIGADO e pedaladas boas a TODOS,
casf

blue O Rider Carlos Ferreira



Boas pedaladas,

O nosso rider Carlos Ferreira disse:

"A estreia do equipamento foi no dia 22 de Janeiro no 1º Raid BTT “terras do vinho” – Cartaxo.

Foram 49 Km´s feitos em 3 horas (média de 16) o que não foi nada mal para o nível de dificuldade, mas como o meu objetivo é desfrutar o que de bom o BTT nos dá e não para competir, fiquei bastante contente com a minha presença no referido evento, tanto mais que tinha regressado à poucas semanas da Holanda e estava um pouco enferrujado!!!

A partir daí todas as semanas tenho andado mais uns companheiros cá pelos trilhos da zona."

Obrigado Carlos, esperamos mais voltas e crónicas dos teus trilhos.

Pedaladas boas,
casf

IV Rota do Azeite / IV Olive Oil Route



Obrigado Srª do BTT pela foto.

Boas pedaladas,

Foi a 1ª prova do ano – igual o ano transacto – mas este ano com mais treino tornando os 45km algo simples de fazer.

De referir que o "antes" o "durante" e o "depois" do banho, os meus valores de glicemia pareciam os de um normal desportista.

Em jejum, o "meu" referencial para colocar a insulina e o que comer para ir à prova medi 134 mg/dL.

Reduzi a metade o normal de insulina, um copo de sumo, leite com café (acabado de fazer), umas torradas com doce de fruta sem açúcar e umas "marias", terminei o pequeno-almoço.

A alteração neste dia foi juntar um Gel VITARGO misturado com a água do bidom.

Sou bastante relutante quanto a este "esquema", tendo más recordações desde quando me iniciei nestas provas (existe uma crónica no blog "A minha entrada em provas de BTT" de 11/11/2009). Sem ter um ponto de comparação fica o relato, corria o ano de 2007!!!

Relutante desde essa data tenho ficado convencido que optar por este sistema é o passo a seguir para não ter, corrijo, para evitar, os normais episódios de hipo durante o esforço a que o corpo está submetido durante as horas que uma maratona acarreta.

Este procedimento foi-me também indicado pelo blue O rider Francisco Lagarto que se faz acompanhar por dois bidons com uma "mistura" semelhante das várias marcas que existem no mercado. Nada de hipos garante-me!


O dia queria aquecer e as roupas tornaram-se incomodativas logo nos primeiros quilómetros, percorridos com dois amigos Pinto Infante e o Fidalgo, que os apanhei, estava este segundo a “torrar”. Mais adiante deixei de os ver, parei para tentar ajudar alguém que era o segundo ano em que não terminava por uma contrariedade mecânica...

Parte do percurso, foi no sentido inverso ao do ano passado, tendo a particularidade dos “singles”, alguns conhecidos e os desconhecidos até então, este ano, grande parte circundando a barragem Marechal Carmona – Idanha-a-Nova – tendo alturas em que o mergulho podia ser directo ao mais pequeno percalço.


A zona de abastecimento, conhecida pelo “porco a rolar ao lume” é tipicamente “sovado” com folhas de louro permitindo que as sandes do mesmo sejam agradecidas por quem chegava da 1ª parte deste percurso. Existem repetentes devido ao sabor particular. Comi só uma, quartos de laranja e sumo do mesmo fruto para acompanhar o substancial pão, água e siga para a 2ª parte, sendo que foi a subir um bom par de kms.


Ao bidom meio bebido juntei água, diluindo mais um pouco a concentração do VITARGO, assim no final da subida juntei duas bolachas substancialmente de chocolate, do género tarte, gerando mais energia par aos kms finais. Cheguei a apanhar os meus amigos iniciais acabando praticamente juntos passava das 12h.




Com o banho tomado na Escola Secundária de Idanha-a-Nova meço 93 mg/dL.


Pedaladas boas,
casf


English

Good cycling,

It was the 1st race of the year - like last year - with more training making the 45km easily to do it.

Note that "before", "during" and "after", my blood glucose values resembled a normal athlete.

At fast "my" reference to place insulin and what to eat before every MTB event I measured 133 mg/dL.

Reduced by half the normal insulin units, a glass of juice, milk with coffee (freshly made), some toast with sugar-free jam and some "Marias" biscuits I finished breakfast.

A change for this day was to join a Vitargo Gel mixed in my water bottle.

I'm very reluctant to this "scheme", I had bad memories from when I started doing MTB (there is a chronicle at the blog "My entry into MTB events" from 11/11/2009), it ran 2007 year!

Reluctantly since then I've been convinced to opting for this way is next step to haven't - I correct - to avoid, the normal hypo episodes, during all stress that the body is subjected during many hours that any MTB marathon entails.

This was indicated to me by Francisco Lagarto a blue O rider, which take two water bottles with a similar "mixture" from the several brands on the market. No hipos he said.

The day started to warm up and all the clothes have become nuisance in the first few kilometres, travelled with two friends; Pinto Infante and Fidalgo, who I picked up, this second was literally "toast". I stopped seeing them, when I try to help someone who was the second year that not ended because a mechanical issue...

Part of the route was in the opposite direction from last year, with the particularity of his single tracks, some known and some unknown till now, this year, much of them surrounding Marchal Carmona dam - Idanha-a-Nova - some of them the smallest mishap could taking a plunge into it.

The supply area, known by is "pork rolling on the fire" is typically "treated" with laurel leaves allowing the sandwiches be thanked by those who came from the 1st part of this route. There were some riders who repeat due to his particular flavour. I ate only one, 4th oranges pieces and from the same fruit, a juice, to come with the substantial bread, water and I leave to the 2nd half, always rising a good couple of miles.

On the half water bottle drank, I diluted even more, the Vitargo Gel concentration, so at climbing end I joined two substantially chocolate biscuits, pie gender, generating more power to the couple end kms. I even get my friends almost ending together passed from 12 p.m.

After a bath in Idanha-a-Nova Scholl I measure 93mg/dL.

Cycling good,
casf

Canyon Lux MR 9.0 SL "blue O Edition" 2012

Boas pedaladas,

Já o tinha referido que este ano a Lux, apesar de ainda não estar completamente blue O, iria “vestir-se” de novo.







Posso adiantar o trabalho de tailleur da CÓDIGO912, uns amigos de Castelo Branco que são a Comunicação e Imagem da blue O, neste caso vestiram-me a LUXO com as cores que tanto desejei desde a primeira vez que vislumbrei a máquina do Philipe Gilbert em 2011.

Um GRANDE OBRIGADO ao Ricardo e ao resto da sua equipa.


Pedaladas boas,
casf

blue O Rider Bruno Morais, 7º Raid da Silva



Boas pedaladas,

O nosso rider Bruno Morais vem relatar a sua prova no fim de semana passado...

"Este fim de semana passada decorreu mais um raid da silva, desta feita o 7º, que contou comum percurso de 40 km de dificuldade técnica e física fácil.

A minha prestação correspondeu as minhas expectativas, que eram terminar abaixo das duas horas sendo que fiz em 1:51:15, ficando a 20 min do primeiro classificado Carlos Brito.

Quanto à diabetes e depois do que aconteceu nas 3h de BTT de Gião (hipo), tomei outra atitude, começando por experimentar em treino e que acabou dando resultado pelo menos comigo, esta atitude consta em me alimentar mais frequentemente e/ou logo após um esforço mais intenso exigido pela prova (final de uma subida, aumento de ritmo por parte dos adversários...), assim realizei toda a prova começando com a glicemia a 158, sendo que comi uma barra antes de partir e terminei com 102 :).
 
De notar que vou abandonar as barras em prova e optar apenas pelos geles, andar a um ritmo alto, estudar a corrida e tentar comer uma barra não dá muito resultado.
 
Foi assim mais uma prova de preparação para a época de xco que se avizinha, peço desculpa por não envergar o jersey Blue O em prova mas prometo se me for possível subir a algum pódio esta época ele vai comigo!!

Saudações Desportivas
Bruno Morais"
 
Repito o que já te escrevi Bruno; a "blue O" pode ser um modo de estar na vida e no desposto, que nos faz tão bem perante a nossa diabetes. FORÇA, baixa-lhe a glicemia!
 
Pedaladas boas,
casf

RECONHECENDO e CONSCIENCIALIDADO com

Boas pedaladas,

Quero expressar um descontrolo... que não sendo o desejado, deve ser COMBATIDO por todos os que tenham diabetes...

Sigo alguns princípios básicos, estando este entre os primeiros; "não faço aos outros o que não quero que me façam a mim"! Se promovo uma imagem de controlo tenho e sinto que devo ser o primeiro a faze-lo...

A minha A1C "pedala" desorientada. Se aquando do diagnóstico estava alta, ultimamente tem escapado do controlada, mesmo com o desporto que pratico, incluindo a caminhada diária, depois de "arrumar a cozinha". Desculpo-me com "este ou outro erro alimentar", "aqui ou ali" mas o certo é que o silêncio da sua acção pode e normalmente é prejudicial a longo prazo.


Tenho cá para mim que na cabeça reside grande parte do domínio necessário. É um "órgão" complicado de se trabalhar, exige de nós uma vigilância séria, muito trabalhado, ensino e aprendizagem! Um dia alguém escreveu; "quando a cabeça não tem juízo o corpo é que paga". No caso da diabetes, esse preço pode ser alto, se for pago em prestações, pode tornar-se penoso!

RECONHECENDO e CONSCIENCIALIDADO com este descontrolo, de algum modo, porque me sinto promotor de uma ideia de controlo - que o Projecto blue O também passa e representa - fiz para me sentar frente a frente com quem, sem qualquer problemas - é o seu trabalho - nos pode e deve "puxar as orelhas"; dietistas, endocrinologistas, enfermeiros, técnicos de saúde. Passarei a ser seguido no piso 7 do Hospital Amato Lusitano...


É lá que se vai gerar um "brainstorming" com a finalidade de me por na linha. Uma recta matemática, deveria assim ser, já que a cabeça de quem sofre de uma doença crónica tende a desviar-se dessa direcção, nesta relação de anos é necessário estar alerta com as suas mudanças e “humores”, uma verdadeira relação a dois, eu quero mas devo também ceder.

Pedaladas boas,
casf

English

Good rides,

This note appears to express one uncontrolled that isn't desired, must be FIGHT by all who have diabetes...

I follow some basic principles, among the firsts there is; "I don't do the others what I don't want they do to me!" If I promote it one image of control, I feel I must do it firstly...

My A1C "cycling" disoriented. When diagnosed it was high, currently it escape from controlled, even with the sport I practice, including a daily walk, after "clean the kitchen". I apologize with "some food error", "this or that" but it is certain, the silence of their action can, and usually, long term speaking it injurious.

I have to myself it’s in our head that lies much of the required domain. It is a complicated "organ" to work, demands of us a serious surveillance, hard worked, teaching and learning! In Portugal a writer already wrote "when the head has no judgment is the body that pays". With diabetes, this price may be high, it may become painful too!

RECOGNIZING and CONSCIENTTLY with this uncontrolled, somehow, because I'm a promoter of control - that blue O Project represents... – I made to sit face to face with those who, without any problems - it's their job - can "pull the ears", dieticians, endocrinologists, nurses, health technicians. I shall be followed in the 7th floor from Amato Lusitano Hospital in Castelo Branco.

It's there that will be generate a "brainstorming" in order to put me in line. Should be a mathematic line, but the head of who suffer from a chronic disease tends to deviate from this direction, this relationship for years is necessary to be alert to changes and their "moods", a true relation between two parts, "I want, but I must also give".

Good cycling,
casf

blue O Rider, Reginaldo Ferreira

Boas pedaladas,

Desta vez vem partilhar connosco a sua foto o nosso atleta de Aveiro, Reginaldo Ferreira.

"Cá vai a primeira foto com o novo jersey, voltinha de domingo de 40km pela zona de Sever do Vouga onde apanhamos no meio da serra -3ºC".


Continua Reginaldo, a foto está estupenda e com essa temperatura, quem te baterá aos menos graus?


Pedaladas boas,
casf