Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

OBRIGADO www.biking.com.pt


Na viagem de volta a Caastelo Branco depois do PT Open XCR 2ª etapa em Monsanto, Lisboa, fui informado da divulgação do Projecto blue O na revista da modalidade.

Obrigado por partilharem a ideia de quem tem DIABETES, cujo simbolo internacional é representado por um circulo em azul  - O - pode e deve fazer qualquer desporto como complemento da sua condição, comentando e falando do assunto sem receio de partilhar experiências, neste caso particular é o BTT...

Pedaladas boas,
casf

OBRIGADO www.rotapro.pt


Uma palavra de apreço especial para os meus amigos Emilia e Vitor Bastos da Empresa www.rotapro.pt os meus primeiros patrocinadores.

Os primeiros a dizerem SIM ao Projecto blue O com produtos DESCENTE e ULTIMA, continuando a acompanhar-me nos meus treinos.

Pedaladas boas,
casf

PS - Obrigado pelas fotos no PT Open XCR 2ª etapa em Monsanto, Lisboa.

Maratona X100 em Castelo Branco / X100 Marathon

Boas pedaladas,

O dia prometia calor e pelos presentes, um evento de grande valor.
As boxes separavam as classes à partida com um atraso de minutos em relação ao originalmente previsto. Compensei esses instantes falando com os amigos habituais e outros que sempre faço nestes encontros.

Os primeiros 20km do percurso, até à 1ª ZA já o conhecia de uma outra crónica, nessa altura as ribeiras corriam altas e com mais força, desta vez com o calor que fazia, cada passagem – lavagem de sapatos – era encarada por mim como REFRESCANTE e um pouco revigorante, posso dize-lo.
O grafismo do percurso assim o informava, subidas e descidas sucessivas, desde o inicio fui aproveitando para ir pondo mais conversas em dia com outros amigos “raiders”, alguém que iria fazer os 100km e só íamos nos 15km, avisei-o que sem um conta-quilómetros perco o meu “norte” e mais à frente falei com o Pinto Infante sobre a máquina que ambos levávamos, Canyon LUX MR9.0 SL, trocando informação da mesma (a relatar posteriormente).



Foi depois da estrada perto de Martim Branco, no trilho que descia, que vi e socorri um colega que quilómetros antes já tinha-mos falado sobre a LUX. A queda bastante aparatosa que ajudei a socorrer sendo levado para o Hospital de CB para ser suturado na perna, dentro do azar da queda um galho furou-lhe a perna, fiquei contente por saber da boca do próprio, à hora do almoço, que tinha corrido tudo bem sendo assistido pela mulher, enfermeira, do João Valente que também parou para o ajudar, aplicando imediatamente os seus conhecimentos médicos.
As subidas foram sucedendo-se e depois de passar a selecção dos percursos, X100 ou X50, já tinha bebido mais de 1,5L de água registando já várias mordidas nas barras energéticas (estas de maior rendimento) isto porque das unidades de insulina reduzidas para metade ao pequeno-almoço, não foi suficiente, perante o esforço despendido.

A 1ª "parede" em que tive de recorrer a uma técnica mais apurada foi a dos, pinheiros, passados mais de 30km, em que as pinhas e as “agulhas” faziam resvalar qualquer roda dificultando a progressão.

A caminho da 2ªZA pelo km 40... repeti a refeição da 1ªZA, quartos de laranja e banana, seguida de um bolo seco, com muita, muita água. Mais à frente, algo arrasado com o cansaço tinha a zona mais técnica de todo o percurso, se antes havia a indicação; DESCIDA PERIGOSA, aquela teve direito a uma placa ainda maior e com as letras em vermelho.


20 a 30 metros, acho que não eram mais mas a inclinação da descida era elevadíssima. Comecei, até correu bem mas a determinada altura quis sair, temi a queda, quase certa, os calções prenderam no selim mas na confusão comigo a gritar; VOU CAIR!!! Já estava no fundo da descida, onde a organização avisava para a passagem da linha de água mais à frente. Fiz à mão, tal foi o susto!

Depois da adrenalina da descida seguiam-se novas ascensões, era isto que fazia quebrar o corpo, primeiro em alcatrão pela EN, cortando à direita mas em trilho uma ladeira onde a parte final, aliada ao esforço, com falta de jeito da altura, tive de empurrar a bike.


Pelo km 50 de declives não me aguentei só com a fruta, bolos e as barras energéticas, oferecidas pela organização, a sensação de hipo misturada com uma fadiga do corpo bastante elevada, isso sim, sempre bem hidratado, ingeri uma bolacha achocolatada que pelo calor que se fazia sentir, partiu-se, caindo metade directamente ao chão em vez do local mais apropriado naquela altura, a minha barriga!

As últimas dentadas nas barras e já em contagem decrescente para a meta fizeram-me parar com cãibras de pura fraqueza e falta de treino, o meu amigo Rui do BTT Castelo Branco veio-me apanhar estirava eu os músculos, ambos percorremos os últimos trilhos que a cada curva constatávamos não ser já ali o final. Ajudamo-nos mutuamente neste final da X50 para mim X67.


Prova bastante dura pois o corpo com falta de treino fica vulnerável com inclinações sucessivas. Espero repetir para o ano, tentarei estar à “altura e à descida”! Obrigado a todos o que comigo pedalaram.
Pedaladas boas,
casf

Distância – 67.70km
Tempo total - 4:16:23h no meu conta-quilómetros
Média – 15.80 km/h
Classificação da minha classe – 31º com 05:51:52h



English:

Good cycling,

A warm day was arriving with a great event.

Different classes were separated in boxes. Compensated the small delay, I take time talking with some friends and others, that usually I do on the events.

The first 20km of the track, till the 1st Supply Zone I already knew it from another "chronicle", on that time the small rivers ran higher, today, with the heat, every passing by was seen by me as REFRESHING, I can say it!



The GPS graphics informed; successive rises and falls, since the beginning I put my conversations in order with other "raiders", someone who went for the X100 and we went only in the 15km, I told him without a Odometer I lose my "North", further I spoke with Pinto Infante about Canyon LUX MR9.0 SL machine, that both we tooked for this event (to make a technical report later).

It was after the road that we pass throw, near Martin Branco, that I saw and rescued a colleague. The fall the suffered I helped him but he was taken to the Castelo Branco Hospital to be sutured in the leg, on falling bad a twig pierced his leg, I was glad to hear from the mouth of himself, at lunchtime, that everything just went well on the hospital, were was assisted by the wife, nurse, from João Valente who also stopped to help him, immediately applying their medical knowledge.

Climbs were succeeding and after passing the tracks selection, X100 or X50, I had drunk more than 1.5 L of water and started recorded several bites on energy bars, that, because reduced the units of insulin to half, on breakfast, was not enough, given the involved effort.

The 1st "wall" I had to resort to a refined technique was on the pines trees, with more than 30km passing, where the cones and the "needles" were hindering any wheel slip progression.



The 2nd Supply Zone by the 40km... I repeat the meal from the 1st ZA, oranges and bananas, followed by a dry cake with lots and lots of water. Up ahead, something shattered, fustigating, had the premium technical area, before, there was an indication, DANGEROUS DESCENT, write on a bigger board and red lettered.

20 to 30 meters, I think there weren't more but the slope of the descent was very high. I got up well but at some point I wanted to leave, I feared one fall, certainly for sure, my shorts held the seat but in the confusion, with me screaming, I WILL FALL! Was already at the bottom of the descent, where the organization warned for passing the water line ahead. Done by hand, such was the fright!

After the adrenaline rush of the descent were followed by further rises, was that what was breaking the body, first on the National Route, turn right one more track but on a hillside where the final part,  with the effort, I had to pushing the bike by and.

After 50 km of slopes I wasn't hang on with fruit, cakes and energy bars, offered by the organization, the sensation of low blood sugar - hypo - together with a body fatigue rather high, always well hydrated, I eat a chocolate cookie, with the heat it brakes, falling half directly to the ground instead of one more appropriate location at the time, my belly!

My last bites on energy bars and already counting down for the finished I stopped with cramping sheer due to weakness and lack of training, my friend Rui from MTB Castelo Branco blog (http://bttcastelobranco.blogspot.com/), came to "pick me up" I was stretched my muscles, we helped each other for the X50 final, X67 for me.

A really hard track, the body with the lack of training it turns vulnerable to successive inclinations. I hope to repeat next year! Thanks to everyone who rode with me.


Rides good,
casf

V Encontro Canyon Owners Club - Portugal

Boas pedaladas,

Nem uma brisa soprava na manhã do 14/05.
O Ponto de encontro foi na "piscina praia" de Castelo Branco, zona de lazer albicastrense cujas árvores, muitas pequenas, com os anos irão criar uma área de bem estar e quem sabe com trilhos para BTT.
Saímos em direção ao Canyon Service Center onde havia outros estilos de Canyon’s prontas a serem experimentadas, é combinar e “pernas para que vos quero”! Foi aí que tiramos a foto do grupo.
A área circundante a Benquerenças foi onde decorreu a maior parte dos trilhos, algo técnicos, que pela nossa afluência dificultava a passagem lado a lado, acabando por ter de colocar os pés no chão, já com pouca lama, mas com muitas pedras, demasiada verdura e flores primaveris fazendo-me espirrar como um campeão olímpico.
As várias LUX presentes, incluída a blue O Edition, havia uma que já tinha sido várias vezes pedida no Service Center para ensaio, abraçavam um único feedback; todos lhe gabavam as qualidades roladoras, suave sem bombeio, trepadora, 9.60kg (info do site), sem pedais e garrafa de água mas era notório o avançar pelo trilho a dentro.


Já nos últimos kms por me sentir a caminhar para uma hipo experimentei o gel energético Chocolate 9#, pelo calor que fazia foi como “beber” um ataca de mousse, de chocolate belga, como vem referido na embalagem, necessária muita água a cada ingestão. Foi perto do fim, mas como não comi mais nada até ao almoço, nem durante o banho senti a normal quebra no “sistema” decorrente da falta de açucar no sangue.
Para o ano há mais...


English;

Not even a breeze blowing on the May 14th morning.

The meeting point was at thepool beach”, Castelo Branco recreation area where the trees, many still small, over the years will create a wellness area and perhaps with trails for mountain biking.

We went out into the Canyon Service Center where there were other styles of Canyon's ready to be used, its need to book a day to take the bike and "why you want your legs, use them”! It was there we took the photo group.

Nearby the Benquerenças village where the majority of the tracks, something technical, which made it difficult because of our affluence passage, eventually having to put your feet on the ground now with a little mud, but with many stones, too much greenery spring flowers making me sneeze like an Olympic champion.


The different LUX, including the blue O Edition, was one which had been repeatedly requested in the Service Center to test it, the feedback; it boasted all the qualities rollers, smooth - no pumping – climbing easily, 9.60kg (site info) without pedals and bottle of water but it was noticeable move by rail to the inside.

In the last kms of V COC I feel the hypo arriving I take the Chocolate #9 Energy Gel, because of the heat it was like "drinking" an Belgian chocolate mousse, as is stated on the package, really necessary, takes a lot of water at each intake. It was near the end, but as I did not eat anything until lunchtime, even in the shower I didn’t felt the normal drop in my "system".

Next year, more...

Cycling good,
casf

OBRIGADO/Thanks www.ONEBODY.eu - www.VITARGO.com

OBRIGADO/THANKS ONEBODY - VITARGO,
 
Representante exclusivo para Portugal de produtos para nutrição desportiva e dietética. Para as minhas HIPOS (naquela altura do trilho...) já têm tratamento com www.vitargo.com o resto, tento eu tratar com uma alimentação SEMPRE equilibrada.
 
Comprar na www.onebody.eu é comprar directamente no representante da Marca, sem intermediários, sem comissões, podendo assim encontrar a melhor relação preço/qualidade, GARANTIDAMENTE.


Exclusive representative in Portugal of sport nutrition and dietetics products. To my low blod sugar (on the track...) I've already www.vitargo.com as a treatment to fight, with the rest, I will try to deal with a balanced diet EVER.