Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

Vaticínio do que aí vinha?

Boas pedaladas,

Hoje atraso-me no tempo, mas já devem ter notado que também me adianto...

Comento-vos uma situação que me aconteceu, não tinha eu diabetes, ainda!

Corria o ano de 1994, quando "chegado da guerra" vulgo, serviço militar, parti para a aquisição de uma bonita "hard trail" orbita, na cor bourdeax (vinho tinto novo), para os franceses o Beaujolais.

Era, foi, ainda anda na garagem á espera do "up grade", uma bike que aguentava bastante e eu igual, nos braços!

O CV da minha orbita, foi todo ele, praticamente mas não só, construido nos caminhos em que participava nos raids dos escoteiros (AEP 67), e nos dias e semanas seguintes eram explorados atá ao tutano, melhor, até os musculos me doerem, qual fadista, até que a vós lhe doa!

O horário era o de Inverno já, em que às 18h já temos tendência em dizer "boa noite", eu percorria uns caminhos entre uns marcos geodésicos (as cartas militares com estes emblemáticos pontos geográficos eram do mais abusado nos raids escotistas), a noite estava a chegar e eu, sem encontrar o referido marco, circundava o monte até que me apercebi que não tinha nada mais comigo além da orbita, nem calções de lycra!!!

Foi então que, aparvalhadamente, pus pés ao chão para "tirar" o azimute a direito, sei lá eu para onde, e fiz o impossível, desci um monte para subir a outro, com a bike ao ombro, julgava eu que me encaminhava directo a casa mas a coisa não foi bem assim! Ainda por ali andei às voltas!!! Os javalis devem te pensado: este perdeu a cabeça.

O certo é que cheguei a casa com uma hipo das minhas conhecidas, hoje, desconhecidas na altura. Vaticínio do que aí vinha?

Pedaladas boas,
casf

PS - Um abraço ao psi20, joãofarinha e filho, santow e luisfontão.

Como eu, diabético, ganhei uma prova de BTT



Logo no início foram surgindo os "amigos", uns com O e outros, penso, por interesse em aprender mais. Desde logo lhes agradeci.

Boas pedaladas,

Posso adiantar que a minha última participação foi no campeonato norte alentejano, Avis.

Aquilo foi forte, em todos os sentidos!

De alentejanos "típicos" têm pouco. Velocidade foi o que não faltou! A contrastar com a calmaria que é a vida de Nisa aos fins de semana.

Subidas e descidas nem vos conto, as planícies com aquele, conhecido por do sol, ficaram, eternamente, nos postais. Ali era a doer, eu que o diga!

Parece-me que digo isto a cada volta que compareço, assim mais para o profissional, mas a primeira, das duas voltas da promoção, veteranos A, foi como nunca tinha andado.

Que loucura de percurso (para mim e após a confirmada HIPO, muito com a bike "ao colo"), descidas técnicas, algo perigosas, os mirones nesses pontos eram algo de prenuncio do que estávamos para passar.

As sensações da hipo que se aproximava ficaram evidentes ao subir à primeira passagem de meta, volta dada encostei para devorar duas ou três galletas!

A descida vertiginosa, no descabimento das pessoas a passar de um lado para o outro do percurso, não foi o suficiente para recuperar da hipo e daí que a segunda volta tenha sido um constante parar e recuperar e mais um pouco de açúcar e mais outra barrita... Enfim os elites estavam a partir andava eu, também, já todo partido aguentando-me para completar o traçado, tendo concluído, já fora dos tempos que a organização devia dar aos participantes para terminar o percurso, daí não percebo porque apareço nas classificações em como tenha desistido!!!

Disso apercebi-me na subida para a meta, que na expectativa de verem o elite, mais veloz, a chegar em primeiro à primeira volta, me disseram para sair dalí para fora!!!

As salvas de palmas incentivadoras aos últimos não estavam lá e tanta gente da organização que se encontrava na meta, nem um se preocupou em saber se estava tudo bem com o PRIMEIRO dos últimos!

Não levo um equipamento em que conste que sou diabético (O), isso é cá um projecto meu, logo adiantarei mais sobre o assunto, mas um pouco de civismo precisa-se nestas competições, assim queiramos ter mais adeptos à modalidade.

No final ganhei, ACABEI.


Pedaladas boas,
casf